Cirurgia da Obesidade, Redução de Estômago

Sou candidato?

Determinando a elegibilidade da cirurgia de perda de peso

A cirurgia está indicada para os pacientes adultos que apresentam IMC maior que 40 Kg/m2 , ou maior que 35 Kg/m2 acompanhado de doenças secundárias a obesidade (comorbidades) que venham a se beneficiar clinicamente com a redução do peso.

O paciente deve estar completamente consciente dos riscos e benefícios e estar disposto a mudar seu estilo de vida, seu padrão alimentar e seguir as orientações e o acompanhamento médico. Embora apenas uma pequena parcela dos grande-obesos consiga uma perda de peso definitiva, é indispensável que tratamentos clínicos bem orientados tenham sido tentados antes da cirurgia.

Qualificações para a cirurgia bariátrica

O IMC é usado como uma medida da gordura do corpo com base na altura e peso. A fórmula para determinar seu IMC (peso em quilos) é dividida pela (altura em centímetros quadrados).

Descubra seu IMC


A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu o índice de massa corporal como o padrão para avaliar os riscos associados ao excesso de peso.
  • Saudável: IMC entre 19 e 25
  • Sobrepeso: IMC entre 25 e 30
  • Obeso: IMC entre 30 e 40
  • Obeso Mórbido: IMC acima de 40
O IMC é válido para homens e mulheres entre as idades de 18 e 65 anos. Para crianças, idosos e atletas este índice não é válido.
A cirurgia está contra-indicada em pacientes que têm uma alta propensão a não seguir as instruções pós-operatórias e o acompanhamento médico, bem como naquelas situações médicas que possam representar um risco adicional não justificável para o paciente como, por exemplo: depressão endógena importante, alcoólatras e usuários de drogas ilícitas; crianças e adolescentes, exceto em situações especiais; presença de hérnia hiatal volumosa (contra indicação para banda gástrica), varizes esofágicas, doenças imunológicas ou inflamatórias do trato digestivo superior que venham a predispor o indivíduo a sangramento digestivo ou outras condições de risco; infecção estabelecida ou suspeitada que possibilite a contaminação da cirurgia; presença de doença cardio-respiratória grave e descompensada. História de manifestação alérgica ao silicone ou a algum dos componentes do sistema (contra indicação para banda gástrica); Pacientes que, devido a instabilidade emocional e/ou psicológica, algum membro da equipe multidisciplinar venha a considerar impossível o acompanhamento e a obediência às instruções pós-operatórias