Cirurgia da Obesidade, Redução de Estômago

Preparo fonoaudiológico

O preparo fonoaudiológico junto ao paciente candidato à cirurgia bariátrica visa o bem estar do mesmo, lhe favorecendo uma convivência satisfatória com suas novas características anatômicas, evitando episódios alimentares prejudiciais à sua saúde como: engasgos, empazinamentos, entalos e vômitos. Para tanto se considera importante uma reeducação mastigatória, estimulando uma propriocepção intraoral durante este ato, desenvolvendo uma mastigação eficiente.

A intervenção fonoaudiológica deverá ocorrer no pré-operatório estendendo-se ao pós-operatório. Isso irá contribuir para que o processo de readaptação alimentar ocorra de maneira satisfatória, eficiente e tranquila. No pré-operatório realizam-se sessões onde a importância da reeducação mastigatória será enfatizada e conscientizada, treinos mastigatórios para o aprimoramento dessa função e exercícios miofuncionais para um melhor equilíbrio da musculatura de face e pescoço, este último objetiva evitar uma flacidez dérmica que atribui ao paciente um aspecto envelhecido e cansado.

Para que a conduta fonoaudiológica seja adequada, necessita-se de uma avaliação de todo o Sistema estomatognático, de suas estruturas (lábios; língua; bochechas; dentes; palato duro e mole; tônus muscular intraoral, da face e do pescoço) e funções (respiração, mastigação, sucção, deglutição e fala). Uma avaliação criteriosa contribui para uma conduta individualizada respeitando as características de cada um. No pós-operatório, se necessário realiza-se uma reavaliação do Sistema estomatognático e, enfatiza as orientações quanto a um bom desempenho da função mastigatória.

Conclui-se então que o acompanhamento ou preparo fonoaudiológico do paciente candidato à cirurgia bariátrica terá como prioridade minimizar possíveis dificuldades que possam ocorrer na introdução das dietas líquida, pastosa semi-sólida e sólida, principalmente a ingestão de alimentos como a carne, arroz e salada crua. Entretanto, para melhores resultados, o paciente deverá colaborar com o processo de avaliação do Sistema estomatognático e reeducação mastigatória.

Fga. Ângela S. Guerra Silva
CRFª 9617